Na Holanda, ciclovia usa energia solar para gerar eletricidade

Tornar-se autossuficiente em relação à produção de energia limpa, com certeza, é um dos maiores desafios do século XXI. Por isso, muitos países têm investido bastante na criação de alternativas que sejam ecológicas e economicamente sustentáveis. Com esse intuito, nasceu a SolaRoad, uma ciclovia capaz de gerar eletricidade pela energia solar.

O ministro da economia Henk Kamp e a deputada Elisabeth Post inaugurando a ciclovia.
O ministro da economia Henk Kamp e a deputada Elisabeth Post inaugurando a ciclovia.

Construída em Krommenie, cidade holandesa que fica a 25 km de Amsterdã, a “ciclovia solar” possui 70 metros de extensão e consegue produzir energia suficiente para abastecer três casas durante um ano inteiro. Atualmente, a SolaRoad é utilizada para iluminar as ruas e manter os semáforos ligados nas regiões próximas a ela.

O projeto foi desenvolvido graças a uma parceria entre o governo holandês, através da Organização Holandesa de Pesquisa Científica Aplicada (TNO), e a Imtech, empresa de tecnologia do país.

energia-solar-mobikers-03

Como funciona?

O conceito utilizado para a criação da SolaRoad é bastante simples. O que a equipe de tecnologia envolvida no projeto fez foi transformar a ciclovia em um painel solar gigante. Sendo assim, a estrutura utiliza células fotovoltaicas, que ficam no solo, para converter a energia solar em energia elétrica.

energia-solar-mobikers-05

Para que o projeto fosse criado, foi necessário desenvolver uma estrutura especial, que conseguisse captar a energia solar, mas se mantivesse firme e resistente para que ciclistas e até veículos mais pesados pudessem passar sobre ela sem causar danos. Além disso, era preciso que a parte superior da SolaRoad fosse translúcida, já que o objetivo era captar a luz do sol, e o material utilizado conseguisse impedir o acúmulo de sujeira.

[xtopic title=”Leia também” layout=”1″ alignment=”” count=”3″ condition=”random” order=”” cats=”2,7″ tags=”” featured=”” ids=””]

O resultado da pesquisa foi um módulo de concreto de 2,5 por 3,5 metros. Na parte superior da estrutura foi adicionada uma resistente camada de 1 cm de espessura de vidro temperado que cobre as células fotovoltaicas de silício cristalino.

Resultados superaram a expectativa

Após um investimento estimado em 3,7 milhões de dólares, o custo benefício da ciclovia era um grande problema para os criadores e entusiastas da tecnologia. Mais de um ano depois, os resultados do projeto superaram as expectativas e provaram que todo o dinheiro gasto teve retorno garantido. Um dos pontos mais comemorados foi a durabilidade da estrutura, que não sofreu nenhum dano mesmo com todo o tráfego diário sobre ela.

Próximos passos

Com o sucesso da “ciclovia solar”, seus criadores esperam expandir o empreendimento para grande parte das estradas da Holanda. A ideia é usar esse mesmo modelo em ruas e rodovias destinadas a outros meios de transporte. Com isso, eles pretendem gerar a energia necessária para iluminação pública das cidades, semáforos, veículos elétricos e até mesmo casas.

energia-solar-mobikers-04

Sucesso Inspirador

O sucesso obtido pela primeira ciclovia movida a energia solar possibilitou a criação de outras iniciativas que tentam utilizar tecnologias parecidas para transformar estradas em painéis solares gigantes e gerar parte da energia utilizada pela cidade. Um dos projetos é no Reino Unido, onde testes já foram iniciados para uma rodovia que tem a capacidade de captar a energia solar e utilizá-la para recarregar carros elétricos.

energia-solar-mobikers-02

 

Fotos: Solaroad.nl