São Paulo libera transporte de bikes em “ônibus sanfona”

Mais novidades virão pela frente para quem mora na cidade de São Paulo e anda de bicicleta. Foi aprovada uma nova regra para o transporte de bikes pela cidade e, a partir de novembro, elas poderão ser levadas em ônibus metropolitanos, contanto que eles sejam daqueles bem grandes, com mais de 23 metros de comprimento.

A nova medida foi assinada pelo prefeito Fernando Haddad e publicada pela Secretaria Municipal de Transportes no Diário Oficial do Município. De acordo com a portaria, além da questão do modelo dos ônibus, que devem ser daqueles articulados popularmente chamados de sanfona, há horários específicos para o transporte.

[xtopic title=”Leia também” layout=”1″ alignment=”” count=”1″ condition=”” order=”” cats=”” tags=”” featured=”” ids=”1398″]

O embarque será permitido pela porta traseira ou central nos dias úteis, entre 10h01 e 15h59, e das 19h01 às 5h59. Aos sábados, o ciclista pode embarcar a partir de 14h e em domingos e feriados, em qualquer horário. O pagamento da tarifa poderá ser feito após o devido travamento da bicicleta sem atrapalhar os demais passageiros.

Outro ponto que o ciclista e o motorista do busão devem estar atentos é que apenas uma bicicleta pode ser transportada por vez em um veículo público. Ou seja, se um ciclista já está dentro outro não pode entrar. Parece pouco, mas já é um avanço.

Atualmente a cidade de São Paulo conta com 830 ônibus sanfonados. No metrô, o acesso de bicicletas é permitido após as 20h30 nos dias de semana, a partir das 14h aos sábados e durante todo o dia aos domingos. O transporte deve ser feito sempre no último vagão do trem.

Foto em destaque de Adamo Bazani